FUTURO: Educação Financeira e Tecnologia.

Quem acompanha nossas publicações aqui no blog já sabe o nível que somos educados sobre o mundo financeiro, seja aqui no Brasil ou no mundo. Por se tratar de um assunto presente diariamente em nossas vidas, é fato que tem um impacto relevante em nossas saúdes mental e emocional, pois o dinheiro é a ferramenta que a humanidade desenvolveu com a maior gama de aplicações e usos.

Um estudo realizado pela Standard & Poor’s, intitulado “Global Financial Literacy Survey”, definiu educação financeira como “a capacidade de entender como funciona o dinheiro, ou seja, como alguém consegue ganhar, gerenciar, investir ou como doar para ajudar os outros.” De acordo com esse estudo, para que alguém fosse considerado financeiramente alfabetizado, precisaria responder, corretamente, pelo menos três questões sobre quatro conceitos básicos de educação financeira. Os resultados mostram que somente 33% dos adultos em todo o mundo são alfabetizados financeiramente. Outra fonte, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), nos diz que o Brasil é o 4º pior país em competência financeira de jovens. Veja abaixo o percentual da população financeiramente educada por país:

Inegável o fato de que não é fácil possuir uma boa educação financeira pois as variáveis econômicas são muitas. Porém as decisões são, em última análise, tomadas por indivíduos. E o bem-estar financeiro dos indivíduos depende de suas ações. Infelizmente, sem uma boa educação em relação ao funcionamento desse sistema, mesmo que de maneira básica, tudo de bom que podemos usufruir do correto uso do dinheiro pode acabar tendo o efeito oposto, trazendo muitos problemas para nós e nossas famílias. Como exemplo citamos a possibilidade de pedir empréstimo. Como qualquer ferramenta, pode ser bem ou mal utilizada. Enquanto um se planeja, faz cálculos, espera a taxa básica estar em bom nível para solicitar o empréstimo e abre um negócio com o dinheiro; outro pode acabar se endividando por uma vida por não ter executado corretamente e sem um projeto de como utilizar o dinheiro que lhe foi emprestado.

Outro aspecto que está alterando muito nossa relação com o dinheiro, além de acelerar a evolução dos sistemas usados pela economia, é a tecnologia. Cartões de créditos são oferecidos todos os dias, novas empresas que fazem empréstimos são vistas frequentemente, além de que conseguimos pedir por crédito sem nem sair de casa, ou então da cama. Isso tudo, somado à falta do aprendizado de educação financeira quando somos estudantes, pode causar grandes e irreversíveis problemas para nós. Ao mesmo tempo, também da tecnologia é que podem vir belas soluções e alternativas. A tecnologia oferece possibilidades, como o desenvolvimento de aplicativos para solucionar essa questão. Podemos usar ela para aprender sobre dinheiro, criar lembretes, organizar nosso orçamento familiar ou individual, comparar preços e, principalmente, acompanhar nossas finanças de qualquer lugar.

Portanto, sempre procure aprender, pesquise e se informe. Gerenciamento financeiro é o básico, pois tão importante quanto o salário que recebemos todo mês, é como cuidamos dele, isto é, como gastamos.

--

--

Quando se pensa em um futuro financeiro melhor para as crianças, segurança e praticidade vêm em primeiro lugar. Essa é a PrevKids!

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Prevkids - Para o Futuro, Para as Crianças

Quando se pensa em um futuro financeiro melhor para as crianças, segurança e praticidade vêm em primeiro lugar. Essa é a PrevKids!