Você conhece os fundos de previdência privada? Não? Vamos te ajudar a entender mais sobre esse tema!

Se você segue nosso blog e acompanha nossos textos, já sabe que fazer um plano de previdência pensando no futuro de quem amamos é algo tão importante, sabe também como o tempo do investimento tem um impacto gigante na rentabilidade, como vimos no texto sobre juros compostos, e que o plano de previdência aqui com a Prevkids é composto pelo fundo de investimento e a proteção de um pecúlio, nome técnico de um valor pré definido que a criança recebe de uma vez no caso de falecimento de quem contratou o plano.

Hoje vamos entender um pouco mais sobre o fundo de investimento do plano, que é onde nosso dinheiro fica guardado durante o período de investimento e onde a rentabilidade acontece.

Como sabemos, quanto maiores os valores aplicados e o período de acumulação, maior será a quantia final de nossa reserva. Mas muito importante também é onde esses valores serão aplicados, o fundo escolhido para o plano. O seu dinheiro renderá de acordo com a estratégia dos gestores dele, que alocara sua reserva em diferentes títulos (públicos ou privados) e produtos financeiros, visando sempre otimizar os rendimentos.

Existem fundos para todos perfis de investidores, desde conservadores aos arrojados. O que principalmente os difere é a composição de suas carteiras, isto é, o tipo dos produtos e a proporção de cada um nelas. Os fundos compostos majoritariamente com renda fixa são indicados para os conservadores e moderados, já para perfis mais arrojados os com renda variável são indicados.

Com a experiência de nossa assessora de investimentos, a SameSide, para montar seu plano com a Prevkids você terá opções de fundos para os perfis conservador e arrojado. Para quem tem um perfil de aversão a risco, conservador, há fundos de renda fixa, com estratégia de alocação em produtos como títulos, que acompanham a Selic ou atrelados ao CDI. Outros produtos que podem estar em carteiras de fundos conservadores são títulos do Tesouro Direto, CDBs e também cotas de outros fundos de renda fixa, como fundos de crédito privado. Já os fundos previdenciários com perfil arrojado, além de alguma parcela da carteira ser de renda fixa, contam também com uma parte de renda variável. Um fundo do tipo multimercado, por exemplo, pode conter a segurança maior da renda fixa e também aplicar em renda variável, como ações, cotas de fundos imobiliários e de fundos de ações e até mesmo ETFs.

Um ponto importante é observar o benchmark a que o fundo está atrelado. O benchmark é um índice de referência em que o fundo baseia sua rentabilidade, desenvolvendo sua estratégia de modo a superá-lo. Por exemplo, um fundo de renda fixa pode ter como meta que seus rendimentos sejam acima da Selic, enquanto a de um fundo de ações superar o índice Ibovespa. Por isso sempre atente na relação entre o rendimento do fundo e o seu benchmark.

Depois dessa leitura espero que você esteja mais confiante na escolha do fundo para seu plano de previdência. O melhor fundo para você é aquele de acordo com seus objetivos e o seu perfil e, claro, apresenta uma boa gestão e um bom histórico de ganhos. Contem com a gente para construir um futuro melhor!

--

--

Quando se pensa em um futuro financeiro melhor para as crianças, segurança e praticidade vêm em primeiro lugar. Essa é a PrevKids!

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Prevkids - Para o Futuro, Para as Crianças

Prevkids - Para o Futuro, Para as Crianças

43 Followers

Quando se pensa em um futuro financeiro melhor para as crianças, segurança e praticidade vêm em primeiro lugar. Essa é a PrevKids!